Como receber o Salário Maternidade no INSS?

O Salário Maternidade é um benefício pago pelo INSS a um segurado ou segurada da Previdência Social que teve ou adotou um filho.

O objetivo do benefício é que a mãe ou em alguns casos o pai possa gozar de uns dias sem precisar trabalhar, para que possa cuidar mais do filho que acabou de chegar.

Sabemos que um filho exige uma série de cuidados ao nascer. Nesses primeiros dias, é de muita importância a presença dos pais, principalmente da mãe, já que a maternidade é um evento muito especial.

Pensando nisso é que a Lei criou o Salário Maternidade, um benefício que possibilita que a segurada do INSS possa ficar com o seu filho, dando-lhe os cuidados necessários nos primeiros dias de vida.

salario maternidade

Como Funciona o Salário Maternidade

Durante o período de 120 dias, a segurada do INSS vai receber um valor mensal e não vai precisar trabalhar. Dependendo da categoria de segurado, vamos saber se quem paga o benefício e o empregador ou INSS, como veremos mais abaixo.

A questão de quando dá entrada também vai depender muito da categoria de segurada. De qualquer forma, a segurada não poderá trabalhar neste período, sob risco do INSS suspender o seu benefício. Portanto, fique atenta a essa informação e utilize esse período apenas para cuidar do seu filho.

Quem tem direito à Licença Maternidade?

Tem direito à Licença Maternidade as seguintes categorias de Segurado do INSS:

  • Empregada ou Empregada Doméstica
  • Trabalhadora Rural (segurada especial)
  • Contribuinte Individual
  • Microempreendedora Rural (MEI)
  • Desempregada (em período de graça)
  • Segurada Facultativa

Essas são as categorias que tem direito a receber o Salário Maternidade pago pelo INSS. É importante frisar que as seguradas Contribuintes Individuais, facultativas e MEIS precisam estar contribuindo por no mínimo 10 meses antes do parto para ter direito.

Então não adianta a pessoa começar a contribuir com o INSS depois de grávida. Isso porque a Previdência Social no Brasil funciona como um seguro. Como o próprio nome já diz, trata-se de um seguro social e só ampara aqueles que pagam por isso.

Como é Calculado o Benefício?

O cálculo do benefício é feito de acordo com a categoria da segurada. De uma forma geral, o valor do benefício a ser pago pelo INSS vai corresponder ao valor do salário que a segurada recebe, ou ao valor da contribuição no caso das seguradas que recolhem o seu INSS.

No caso das trabalhadoras rurais e das MEIS, o valor do benefício já é limitado por lei à um salário mínimo. Isso porque essas seguradas têm regras especiais para contribuição. Portanto, a lei coloca também um limite para recebimento.

Para a segurada desempregada, o cálculo do salário maternidade vai ser de acordo o salário que a segurada recebia quando estava na ativa. Mas atenção: se já tiver mais de um ano que a pessoa está desempregada, o valor muito provavelmente será de um salário Mínimo.

Assim, sabendo já de antemão o valor que vai receber a mamãe já poderá fazer planos com o valor, já que as despesas com um filho pequeno não são poucas. Para saber mais sobre o valor do benefício de salário maternidade, você poderá ver nesse artigo.

Como dar Entrada no Salário Maternidade

Se você for empregada, não precisa se preocupar com nada, pois o seu empregador vai pagar normalmente o seu salário no período da licença maternidade, sendo que depois ele será ressarcido pelo INSS.

Apenas as seguradas que contribuem de forma autônoma deveram se preocupar em dar entrada no benefício junto ao INSS. Lembrando a partir de agora, para dar entrada em seu benefício, você só precisa fazer uma solicitação no site do INSS ou através de uma ligação no telefone 135.

Dependendo da sua situação, nem mesmo será preciso ir até uma agência do INSS. Isso porque com o projeto do INSS digital, o Salário Maternidade está sendo concedido de forma automática na maioria dos casos. Não perca tempo e assim que o seu filho nascer agende logo o seu requerimento.

O Jejum Intermitente é, de fato, uma Boa Opção para o Emagrecimento?

O Jejum Intermitente, sem sombra de dúvidas, é uma estratégia para emagrecimento e boa forma, bem popular nos tempos atuais, especialmente para quem busca obter resultados tanto estéticos quanto mais saúde e qualidade de vida.

Contudo, é importante entendermos que durante muito tempo acreditou-se que comer de três em três horas era o segredo para uma alimentação saudável e completamente balanceada.

jejum intermitente

Agora, com a popularização do jejum intermitente, a ideia é justamente o oposto do mencionado: passar horas e horas sem comer, de forma a reduzir o consumo diário excessivo e/ou moderado.

Em consequência, eis a dúvida que surgi: afinal, ficar sem se alimentar por várias horas é uma maneira saudável para ser adotado? Descubra na íntegra desse artigo especial!

Como funciona esse Jejum Intermitente?

Na prática, como o próprio nome já nos remete, esta “dieta” (na verdade, não é uma dieta) é baseada em períodos, ou janelas de tempo, intercalados em jejum e intervalos de alimentação, ao qual, não se deve comer ou beber nada com exceção de água, café, chás ou infusões sem açúcar ou calorias.

Podendo variar, por exemplo: dentre 12 até 24 horas em alguns casos.

Hoje há muitos estudos relacionados ao jejum intermitente e seus possíveis efeitos, tantos os benefícios como até mesmo as consequências perigosas a saúde.

De fato há uma maioria de experimentos, que foram realizados através de testes em laboratório mostram vários benefícios para a saúde, mas não se deve, supor que praticar o jejum é simplesmente fechar a boca e ficar várias horas sem se alimentar. Ao imaginar assim, várias pessoas não terão os resultados que esperam.

Antes de iniciar qualquer procedimento que envolva a própria saúde, é altamente recomendável uma avaliação inicial junto ao médico para determinar a aptidão para desenvolver a prática.

Atenção, nem todas as pessoas devem praticar o jejum Intermitente!

É fato que cada corpo tem seu próprio metabolismo e reage de forma diferente em cada situação e/ou circunstância, o que significa que respondemos de formas diferentes às privações alimentares.

Portanto, não são todas as pessoas que deveriam adotar o jejum intermitente, como por exemplo: quem está grávida ou amamentando, é desaconselhável também crianças, adolescentes, idosos, pessoas com problemas de saúde, que esteja tomando remédios controlados ou mesmo aquelas pessoas ao qual, limitar o tempo de ingestão de alimentos pode trazer graves consequências de saúde.

E quais são as vantagens de fazer o jejum intermitente?

Já existem muitos relatos e estudos demonstrando as vantagens e benefícios do jejum intermitente, desde que, seja feita, da forma adequada e com orientação profissional para manutenção do corpo e saúde:

  • Auxílio no emagrecimento;
  • Promoção da autofagia celular;
  • Aumento da secreção de HGH;
  • Prevenção de doenças cardíacas;
  • Aumento da expectativa de vida;
  • Aumento da sensibilidade à insulina;
  • Aumento da Concentração e Foco;
  • Prevenção de doenças neurodegenerativas;
  • Combate ao estresse oxidativo e à inflamação.

E desvantagens do jejum intermitente, existe alguma?

O jejum intermitente pode apresentar algumas desvantagens, como, por exemplo, o fato de algumas pessoas possuírem uma certa dificuldade em se adaptar ao jejum intermitente.

Afinal, não é lá uma tarefa muito simples ficar longos períodos sem comer, principalmente se você é aquele tipo de pessoa que têm uma dieta rica em carboidratos simples ou então está habituada a comer de três em três horas.

Pessoas que fazem os jejuns sem acompanhamento, ficam muito tempo sem comer e não se alimentam direito nas janelas podem ter desnutrição, desidratação, hipoglicemia, fraqueza muscular, dificuldades de concentração e, bom, isso é uma desvantagem, certo?

Também é comum que, por ficar muito tempo sem comer, algumas pessoas podem acabar descontando na próxima refeição, consumindo uma alta quantidade de calorias e desequilibrando a dieta e o organismo.

Então, se você for fazer o jejum intermitente, leia os protocolos, comece com uma quantidade de horas menor e vá se adaptando. Isso para não descontar na comida na primeira oportunidade que tiver e muito menos adoecer porque ficou mais do que poderia sem se alimentar.

Agora é a sua vez! Será que você está disposto a praticar jejum intermitente?

Aprendendo como o jejum intermitente funciona fica mais fácil adaptar ele a sua rotina diária, sempre pensando no bem-estar da saúde com uma alimentação mais saudável, agregando exercício físicos diários.

Nada acontece de forma milagrosa, por isso ao aplicar o jejum intermitente você deve saber que ele é um grande aliado na busca pelo corpo perfeito, mas as considerações acima precisam ser respeitadas para que a sua saúde possa se adaptar às mudanças que vão ser feitas no momento em que você não vai comer.

Assim como tudo que envolve a nutrição não existe uma dica que sirva para todas as pessoas, pois novamente cada caso é um caso e cada corpo vai reagir de uma forma completamente diferente, mesmo que não aparente mudanças claras.

Não se esqueça! É sempre importante consultar um profissional qualificado para obter maiores detalhes e sanar quaisquer dúvidas ora relacionadas.

Como Tirar Manchas do Rosto Sem Prejudicar a Pele

Entre os problemas de pele mais comuns que existem, as manchas no rosto são os que mais afetam homens e mulheres.

Seu tratamento nem sempre é fácil e muitas vezes as pessoas recorrem a medicamentos mais fortes, como ácidos, que apesar de solucionar o problema a ser enfrentado, acaba prejudicando a pele.

como tirar manchas rosto

Descubra neste artigo como remover as manchas no rosto de forma natural e de uma maneira que não prejudique a sua pele. Confira também formas de prevenção, para evitar que estas manchas apareçam.

Como prevenir as manchas no rosto

como tirar manchas rosto

O ideal é não chegar ao ponto de precisar fazer algum tipo de tratamento, visto que a maioria deles pode ocasionar outros tipos de mancha na pele.

Mas será se é possível não ter manchas no rosto nunca? Pode parecer difícil, mas seguindo algumas dicas simples é possível evitar ou, pelo menos, retardar o surgimento de manchas no rosto.

Confira algumas das principais dicas para não prejudicar a pele do rosto:

  1. Cuide dos horários de exposição ao sol. Sabemos que os raios ultravioletas são mais fortes em determinados horários. De acordo com especialistas, o sol só é saudável antes das 10 horas e após às 16 horas;
  2. Abuse do protetor solar. Até mesmo nos dias nublados eles são essenciais. Durante o auge do verão, utilize os protetores com fator de proteção mais alto;
  3. Evite o tabagismo. Fumar causa manchas na pele, principalmente no rosto;
  4. Mantenha-se hidratado. Água é essencial para evitar manchas na pele. É preciso consumir cerca de 2 litros de água diariamente;
  5. A dieta é essencial para manter a pele com uma aparência saudável. Consuma muitas frutas, verduras e evite os alimentos gordurosos, como frituras.

Eliminando as manchas no rosto de forma natural

Existem muitos cosméticos que tratam das manchas no rosto, mas que acabam trazendo outros problemas para a pele, pois não utilizam ingredientes naturais.

Confira aqui algumas receitas para tirar manchas do rosto sem prejudicar a pele. São receitas caseiras, com elementos que você certamente possui em casa:

  1. Suco de limão: o limão é rico em vitamina C e tem poder de remover a camada externa da pele, sem prejudicá-la. Para fazer esta receita basta esfregar o limão na pele, antes de dormir. Você poderá utilizar qualquer outra fruta cítrica neste tratamento, mas jamais deverá se expor ao sol, pois isso poderá causar queimaduras;
  2. Mamão: o mamão também possui vitamina C, além de vitamina E. Se você possui manchas no rosto, corte fatias de mamão e deixe sobre estas manchas por 30 minutos. Outra dica é fazer uma pasta batendo diretamente o mamão no liquidificador e aplicar sob as manchas;
  3. Creme de amêndoas: nas farmácias você encontra cremes contendo este ingrediente, mas que tal fazer você mesmo o seu creme. Basta moer duas amêndoas e misturar com uma clara de ovo e suco de limão. Misture todos os ingredientes e passe nas manchas. Depois é só lavar rosto com água morna. A amêndoa ajuda a hidratar a pele, tornando-a mais macia. A vitamina C do limão ajuda na redução das manchas.
  1. Água oxigenada: já pensou tratar suas manchas no rosto utilizando apenas água oxigenada? As propriedades clareadoras deste produto não funcionam apenas para os cabelos, mas também para as manchas no rosto.

O primeiro passo para começar o tratamento é lavar o rosto, eliminando todas as suas impurezas. Para isso, utilize o sabonete neutro. Depois aplique a água oxigenada diretamente nas manchas, com o auxílio de um algodão. Para remover, basta lavar o rosto com bastante água.

Lembrando que a água oxigenada precisa ser de no máximo 10 volumes.

A limpeza de pele

como tirar manchas rosto

A nossa pele está exposta diariamente ao sol, poeira, vento, entre outros elementos que causam manchas. Mesmo tomando os devidos cuidados, não tem como evitar este tipo de exposição.

A limpeza de pele remove cravos, células mortas e serve como prevenção ao aparecimento de manchas. Existem vários tipos de limpeza de pele, alguns mais agressivos e outros mais amenos. A opção por determinado tipo de limpeza varia de acordo com o tipo de pele.

São muitos os tratamentos para tirar a mancha do rosto, mas é preciso atenção. Os cosméticos industrializados podem até ser a solução para alguns casos, mas eles podem acabar trazendo outros prejuízos para a pele.  Prefira sempre utilizar medicamentos com componentes naturais.

Vamos ficar atentos a todas as dicas do nosso site Sudoestenarede.